Chile, Argentina, Colômbia e Uruguai apoiam referendo revogatório na Venezuela

Em Santiago

  • Ariana Cubilos/ AP

Chile, Argentina, Colômbia e Uruguai manifestaram nesta terça-feira (31) seu apoio ao referendo revogatório do mandato do presidente Nicolás Maduro na Venezuela, o que deve permitir superar a profunda crise política e econômica que abala o país.

Os chanceleres dos quatro países firmaram um documento no qual manifestam seu apoio aos "procedimentos constitucionais, como o referendo revogatório", informa um comunicado divulgado pelo ministério chileno das Relações Exteriores.

"Reafirmamos nossa disposição de colaborar e acompanhar esta e qualquer iniciativa construtiva que surja na região a favor de um diálogo efetivo que promova a estabilidade política e a recuperação econômica na Venezuela".

Os chanceleres expressaram seu apoio às gestões realizadas pelo ex-presidente do governo espanhol José Luis Rodríguez Zapatero e o ex-presidente do Panamá Martín Torrijos, quem promoveram um "diálogo político" entre Maduro e a oposição "neste momento de profunda preocupação com a democracia e os direitos humanos na Venezuela".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos