Governador de Tóquio se desculpa por gatos em hotéis de luxo

Tóquio, 1 Jun 2016 (AFP) - O governador de Tóquio, Yoichi Masuzoe, pediu desculpas nesta quarta-feira após as críticas crescentes por seus gastos oficiais, desde hotéis de luxo a pijamas de crianças.

Tóquio vai sediar os Jogos Olímpicos de 2020 e as despesas de Masuzoe, embora não representem um grande impacto financeiro, são um novo escândalo para o movimento olímpico.

"Peço desculpas ao povo de Tóquio e à assembleia metropolitana do fundo do meu coração", disse à imprensa Masuzoe, que assumiu o cargo em fevereiro de 2014.

Relatórios que vazaram para a imprensa detalham que no ano passado 20 altos funcionários públicos viajaram para Londres e Paris. Masuzoe voou de primeira classe e se hospedou em suítes de luxo.

Além disso, os relatórios mostram que o governador também se hospedou em hotéis de luxo em várias viagens para Okinawa, bem como a um spa perto de Tóquio, segundo a imprensa local.

Masuzoe, de 67 anos, declarou em uma coletiva de imprensa que se hospedou com sua família e que pretendia devolver o dinheiro.

Ele também foi denunciado por suposta utilização de fundos públicos para comprar vários produtos de uso pessoal, tais como casacos e pijamas para crianças, e também por fazer compras online.

Nesta quarta-feira ele prometeu que não voltaria a voar de primeira classe e reduziria os custos de suas próximas viagens ao exterior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos