Louvre fecha na sexta-feira para retirar obras por medo de inundações

Paris, 2 Jun 2016 (AFP) - O museu do Louvre, em Paris, fechará na sexta-feira para poder retirar "de forma preventiva" as obras conservadas nos depósitos, ameaçadas diante do aumento do nível do rio Sena, anunciou sua direção nesta quinta-feira.

"O objetivo é colocar a salvo as obras conservadas nas zonas inundáveis, deslocando-as aos andares superiores", disse o Louvre, que está sob "alerta geral de inundação". O Louvre é o museu mais frequentado do mundo, com cerca de 9 milhões de visitantes por ano.

O aumento do nível do Sena é consequência das fortes chuvas na parte norte da França nos últimos dias, que também provocaram a inundação do cais em ambas as margens do rio em Paris, a interrupção do transporte fluvial e o bloqueio de uma linha de trem regional que atravessa a capital francesa.

O museu de Orsay cancelou sua abertura noturna nesta quinta-feira devido a um "plano de proteção". O rio está 5 metros acima de seu nível habitual.

O ponto máximo da cheia é esperado para sexta-feira, segundo Bruno Janet, responsável pelo serviço de previsão de enchentes.

"Estaremos muito distantes da cheia de 1910, quando estávamos a 8,60 metros" e as ruas de Paris se inundaram. Também "devemos ficar abaixo" da enchente de 1982 (6,15 metros), disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos