Americana compra freezer usado com cadáver dentro

Miami, Estados Unidos, 4 Jun 2016 (AFP) - Uma mulher comprou, nos Estados Unidos, um freezer de segunda mão por US$ 30 dólares, que veio com um bônus: a vizinha morta dentro.

A Polícia de Goldsboro, na Carolina do Norte (sudeste dos EUA), divulgou a identidade da defunta, nesta sexta-feira. Trata-se de Arma Ann Roush, de 75.

Na última sexta (27), os policiais responderam a uma ligação para o 911, "em referência à descoberta de possíveis restos humanos (...) Os restos estavam localizados em um freezer tipo baú", declarou a Polícia em um comunicado.

O eletrodoméstico foi comprado da vizinha Marcella Jean Lee, filha de Ann Roush, no início de maio. A nova dona abriu o freezer apenas na sexta passada.

Segundo o canal CBS, a mulher demorou três semanas para abri-lo, porque Marcella Jean Lee lhe disse, ao vender o freezer, que era, na realidade, uma "cápsula do tempo".

A Polícia acrescentou que Marcella, de 56, é procurada por não informar a morte da mãe, com quem vivia. A perícia relatou que a causa da morte é "desconhecida e sem sinais aparentes de que tenha havido um ato criminoso".

"O corpo estava intacto e não estava desmembrado de maneira alguma", acrescentou a Polícia, que agora investiga "como chegou ao freezer".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos