EUA advertem China contra risco de isolamento

Cingapura, Cingapura, 4 Jun 2016 (AFP) - O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Ashton Carter, advertiu neste sábado a China contra um risco de "isolamento", caso o país prossiga com as operações no Mar da China meridional, durante uma reunião de ministros da Defensa da região Ásia-Pacífico.

"As ações da China no Mar da China meridional a isolam, em um momento no qual o conjunto da região se aproxima e colabora", afirmou o chefe do Pentágono na reunião, que acontece em Cingapura.

A China reivindica a quase totalidade do Mar da China meridional, onde o país realiza obras em pequenas ilhas, o que gera a inquietação de vizinhos como Vietnã, Filipinas, Brunei e Malásia.

"Infelizmente, se prosseguir com estas ações, a China poderia acabar por construir uma Grande Muralha de isolamento", completou Carter.

Pequim e Washington têm divergências na questão, pois o governo americano afirma que a liberdade de navegação prevalece nestas águas estratégicas.

O governo chinês realizada grandes obras em ilhas do arquipélago das Spratleys - chamadas ilhas Nansha pela China - e exige que sejam considerados como suas águas territoriais e seu espaço aéreo a zona de 12 milhas ao redor das construções.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos