Menino japonês abandonado em bosque aceita as desculpas do pai

Tóquio, 6 Jun 2016 (AFP) - O menino japonês de sete anos abandonado em um bosque de Hokkaido porque os pais consideravam que demonstrava mau comportamento aceitou as desculpas do pai, afirmou o progenitor em uma entrevista.

"Eu disse 'o papai fez você passar por momentos muito difíceis, me desculpa'", disse Takayuki Tanooka, de 44 anos, ao canal TBS.

"E então, meu filho respondeu: 'Você é um bom pai. Eu perdoo você'".

Yamato Tanooka, cujo caso provocou uma forte comoção no país, foi encontrado na sexta-feira em um campo de treinamento militar onde buscou abrigo, a 5,5 quilômetros do local onde seus pais o haviam abandonado em 28 de maio.

De acordo com a imprensa e a polícia, o menino, a irmã mais velha e os pais estavam em um passeio, mas o casal perdeu a paciência com o comportamento do filho, que atirava pedras contra carros e pedestres.

Na viagem de volta, os pais decidiram punir Yamato. Eles obrigaram o menino a descer do carro e o deixaram à margem da estrada, em pleno bosque, antes de prosseguir por mais 500 metros.

Os pais afirmaram que voltaram imediatamente ao local, mas o menino já não estava no ponto em que havia sido deixado.

Quase 200 soldados, bombeiros, policiais e voluntários foram mobilizados para a operação de busca de Yamato.

oh-anb/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos