Presidente alemão não vai tentar segundo mandato

Berlim, 6 Jun 2016 (AFP) - O presidente alemão Joachim Gauck, de 76 anos, anunciou nesta segunda-feira que não vai disputar um segundo mandato por causa de sua idade, que não garante "a energia e vitalidade" necessárias para uma função tão importante.

"Decidi não ser candidato novamente ao cargo de presidente", declarou Gauck, um pastor protestante e que foi dissidente na ex-Alemanha Oriental.

Gauck foi eleito presidente em 2012 para um mandato de cinco anos, que termina em 2017.

Sua decisão abre o caminho para a reunião de uma Assembleia Federal, formada por deputados e representantes dos estados regionais, responsável por escolher seu sucessor.

A eleição do novo presidente deve ser complexa, à medida que nenhum partido dispõe da maioria de dois terços necessária, e os analistas consideram que provavelmente será necessário esperar o terceiro turno, que exige apenas a maioria simples, para conhecer o sucessor de Gauck.

A eleição do novo presidente anuncia um confronto precoce entre os integrantes da coalizão de governo - os conservadores da chanceler Angela Merkel, seus aliados bávaros e os social-democratas -, segundo o site da revista Spiegel.

A votação acontecerá em um cenário difícil, já que no fim de 2017 o país terá eleições legislativas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos