Alemanha convoca encarregado de negócios da Turquia após polêmica por genocídio armênio

Berlim, 7 Jun 2016 (AFP) - O Ministério de Relações exteriores alemão convocou nesta terça-feira o encarregado de negócios da embaixada turca em Berlim, após as agressivas declarações do presidente turco depois que o Parlamento alemão reconheceu o genocídio armênio no fim do Império Otomano.

O encarregado de negócios da delegação turca foi "convidado a uma discussão" para abordar "o desenrolar dos acontecimentos dos últimos dias e as reações à resolução do Parlamento sobre a Armênia", adotada em 2 de junho, indicou uma fonte do Ministério de Relações Exteriores.

Durante esta reunião, foi abordado que "as últimas declarações sobre os deputados alemães não estão em consonância e geram incompreensão", especialmente quando as relações entre a Alemanha e a Turquia são tradicionalmente "estreitas e baseadas na confiança", explicou a mesma fonte.

Como reação à decisão do Parlamento alemão, Ancara havia chamado para consultas seu embaixador em Berlim.

Alguns parlamentares denunciaram ter recebido ameaças de morte, muitas delas através das redes sociais, e os meios de comunicação alemães informaram que a polícia tem um plano para dar proteção.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos