EUA: dia decisivo com primárias em seis estados

Nova York, 7 Jun 2016 (AFP) - Os locais de votação abriram as portas nesta terça-feira em Nova Jersey para um dia decisivo nas primárias americanas, com votações em seis estados, incluindo a Califórnia, visando a disputa pela Casa Branca em novembro.

A votação começou poucas horas depois do anúncio pela imprensa de que Hillary Clinton alcançou o número de 2.383 delegados necessários para obter a indicação pelo Partido Democrata e virar a primeira mulher candidata à presidência dos Estados Unidos por um dos grandes partidos americanos.

Mas a ex-secretária de Estado se recusou a proclamar vitória, por temer uma desmobilização de seus eleitores, e pediu que todos votem nesta última "Super Terça" do processo, com primárias em seis estados.

Um dos estados envolvidos é a Califórnia, onde Clinton espera obter uma vitória simbólica sobre o senador Bernie Sanders, o que permitiria chegar com mais força às eleições presidenciais de 8 de novembro.

As últimas eleições primárias, de um longo processo iniciado há seis meses, acontecem na Califórnia, Nova Jersey, Novo México, Dakota do Sul e Dakota do Norte.

No final de julho acontecerão as convenções partidárias, em Cleveland para os republicanos e na Filadélfia para os democratas, nas quais os delegados escolherão os candidatos à presidência.

No lado republicano o candidato já é conhecido há um mês: Donald Trump.

A disputa entre uma mulher e um empresário sem experiência política não tem precedentes na história americana e marca o ponto culminante de uma temporada política extraordinária no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos