Mais de cem migrantes são interceptados no Mediterrâneo

Trípoli, 7 Jun 2016 (AFP) - A guarda costeira líbia interceptou nesta terça-feira 117 migrantes, inclusive seis mulheres grávidas, em frente à costa de Garaboulli, cidade situada 60 km a leste de Trípoli, informou uma autoridade.

"Os 117 migrantes, inclusive seis mulheres grávidas, que foram interceptados em frente à costa de Garaboulli, (...) foram transferidos a um porto de Trípoli", disse à AFP o coronel Ashraf al Badri.

Milhares de refugiados tentam todos os anos chegar à Europa a partir da Líbia, cujo litoral fica a apenas 300 km de distância, aproveitando-se do caos dominante no país norte-africano, desde a queda do ditador Muamar Kadhafi em 2011.

O chefe da missão de apoio das Nações Unidas na Líbia, Martin Kobler, lamentou nesta terça-feira, em um discurso no Conselho de Segurança da ONU, o número crescente de migrantes que morrem em alto-mar no Mediterrâneo, ao tentar chegar à Europa saindo da costa africana.

"Em um único dia, 26 de maio, 500 se afogaram em frente à costa líbia, inclusive 40 crianças. O número de migrantes que se afogaram aumentou 30% em relação ao ano passado", disse Kobler.

Desde 2014, mais de dez mil migrantes perderam a vida no Mediterrâneo tentando chegar à Europa, declarou nesta terça-feira, em Genebra, um porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos