Obama e Modi conversam sobre energia nuclear e clima

Washington, 7 Jun 2016 (AFP) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, reafirmaram os laços bilaterais sobre energia e mudanças climáticas entre os dois países durante uma reunião realizada na terça-feira na Casa Branca.

"Com enorme prazer recebo novamente meu amigo o primeiro-ministro Modi no Salão Oval", disse Obama em uma coletiva de imprensa conjunta com o líder indiano.

Ambos os países assinaram em 2008 um acordo que permitia o acesso da Índia à tecnologia nuclear civil. A decisão, porém, não chegou a ser colocada em prática por causa da legislação indiana, que prevê que os construtores de usinas nucleares sejam considerados responsáveis em caso de acidente, uma possibilidade que atemoriza os grupos nucleares estrangeiros.

"Analisamos o desenvolvimento dos nossos acordos sobre energia nuclear civil, e eu manifestei nosso apoio à reincorporação da Índia ao grupo de provedores da indústria nuclear", acrescentou.

Quando Obama chegou à Casa Branca, o líder indiano tinha a sua entrada nos Estados Unidos proibida devido ao seu papel nas revoltas antimuçulmanas que deixaram centenas de mortos, mas a proibição foi cancelada após sua vitória eleitoral de 2014.

A questão do aquecimento global também foi abordada na reunião, onde se discutiu a possibilidade de ratificar o acordo de Paris sobre o clima no final do ano.

"Discutimos as formas de nos assegurarmos, o mais rápido possível, de que o acordo de Paris entre em vigor", disse Obama.

O acordo prevê medidas para limitar o aquecimento global "bem abaixo" de 2º C, e inclusive abaixo de 1,5º C, em relação aos níveis pré-industriais.

O compromisso, que foi adotado em dezembro por 195 países, foi posteriormente assinado por 177. Mas para que entre em vigor em 2020, como previsto, deve ser ratificado pelos 55 países responsáveis por pelo menos 55% das emissões mundiais de gases do efeito estufa.

A Índia, o segundo país mais populoso do mundo, tem enormes necessidade energéticas e precisa reformar suas usinas a carvão para reduzir os altos níveis de poluição ambiental.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos