Brasil e Paraguai querem impulsionar a integração bilateral

Brasília, 8 Jun 2016 (AFP) - Brasil e Paraguai decidiram ampliar sus relações comerciais e de infraestrutura, afirmou nessa quarta-feira o ministro das Relações Exteriores José Serra, depois de receber em Brasília o chanceler paraguaio, Eladio Loizaga.

Os ministros dos dois países assinaram um acordo para facilitar o fluxo bilateral de passageiros e cargas, além de terem concluído as negociações para a construção de uma ponte internacional sobre o rio Paraguai, informou Serra a jornalistas após o encontro.

Loizaga é o primeiro chanceler a visitar Brasília desde que Michel Temer assumiu o governo interino. Antes das reuniões no Palácio do Itamaraty, Loizaga foi recebido por Temer.

Segundo Serra, os dois ministros acordaram sobre dar impulso à associação comercial e à integração física. O ministro destacou a construção de uma ponte entre Porto Murtinho (Brasil) e Capitán Carmelo Peralta (Paraguai) para facilitar a conexão por terra entre o porto de Santos e o chileno de Iquique.

Serra e Loizaga também conversaram sobre a situação da Venezuela, que atravessa uma profunda crise econômica e política.

Serra afirmou que Brasil e Paraguai acompanham "com preocupação" a deterioração da condição econômica, em relação aos direitos humanos e à carência sistemática de produtos básicos na Venezuela.

Os ministros reafirmaram, ainda, a necessidade de dar uma "atenção especial" ao combate ao tráfico de drogas e de armas e ao contrabando. Os dois países compartilham uma faixa de 1.339 quilômetros de fronteira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos