Shell abre mão de zona de exploração no Ártico para reserva marinha

Montreal, 8 Jun 2016 (AFP) - A multinacional Shell doou seus direitos de prospecção petroleira em uma região do Ártico canadense para uma organização de proteção do meio ambiente para a criação de um parque natural de 8.625 km2.

O grupo petroleiro anglo-holandês, que já tinha anunciado sua saída do Alasca e Noruega, anunciou a doação de seus direitos à ONG Conservação da Natureza Canadá (CNC) sobre uma região localizada ao norte da ilha de Baffin.

A organização ambiental serviu como intermediária entre a gigante dos combustíveis e o governo canadense.

A CNC informou que entregará ao governo canadense esta doação "para contribuir para o estabelecimento de uma área marinha de conservação ao longo da costa de Nunavut", um amplo território autônomo, habitado pelos inuit.

O projeto de parque natural terá uma extensão total de 44.500 km2, o que equivale a mais de duas vezes o território de um país como El Salvador, habitado por muitas espécies como focas, belugas, narvais (ou baleias-unicórnio), morsas e ursos polares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos