Tiroteio perto do QG do Exército israelense deixa três mortos em Tel Aviv

Jerusalém, 8 Jun 2016 (AFP) - Três pessoas morreram, e seis ficaram feridas, nesta quarta-feira à noite, no tiroteio em um bairro de bares e restaurantes próximo ao Ministério da Defesa e ao quartel-general do Exército israelense em Tel-Aviv - informou uma fonte médica.

"Já podemos falar na morte de três pessoas", de acordo com a nota divulgada pelo Hospital Ichilov, que fica perto de um shopping, onde nove pessoas foram atingidas pelos tiros.

A Polícia local diz ter-se tratado de um "ataque terrorista".

"Estamos falando de um incidente terrorista muito sério", afirmou o chefe de Polícia de Tel Aviv, Chico Edri.

"Dois terroristas chegaram ao complexo e abriram fogo, deixando nove pessoas feridas em diferentes níveis de gravidade", disse à imprensa.

"Dos dois terroristas, um foi detido, e o outro, ferido a tiros", relatou.

Os envolvidos no ataque são dois primos palestinos dos arredores de Hebron, na Cisjordânia ocupada, descreveu a Polícia israelense.

"Os dois terroristas que cometeram o ataque no bairro de Sarona são primos da região de Hebron. Um está no hospital em estado grave, e o outro foi preso", de acordo com um comunicado divulgado pela porta-voz da Polícia, Luba Samri.

Deflagrada em outubro passado, a onda de violência atual já matou 207 palestinos, 28 israelenses, dois americanos, um eritreu e um sudanês, segundo balanço feito pela AFP.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos