Silvio Berlusconi passará por cirurgia cardíaca na próxima semana

Roma, 9 Jun 2016 (AFP) - O ex-primeiro-ministro italiano e multimilionário Silvio Berlusconi, de 79 anos, será operado do coração na próxima semana para substituir uma válvula aórtica, depois de ter sofrido um ataque que poderia tê-lo matado, informou seu médico nesta quinta-feira.

"Chegou ao hospital em um estado de saúde grave, esteve prestes a morrer, ele sabia", informou o médico Alberto Zangrillo, em uma coletiva de imprensa.

O fato de não ter tratado este desconforto antes o colocou em perigo de morte, de acordo com Dr. Zangrillo, que disse que a operação é "o único caminho" para resolver esta disfunção cardíaca "grave".

"A válvula deve ser substituída por meio de uma cirurgia convencional, que envolve a circulação (sangue) fora do corpo, uma vista direta do coração pelo cirurgião e a substituição da válvula por uma versão biológica", explicou.

A operação, que será conduzido por Ottavio Alfieri, chefe do departamento de cardiologia do Hospital San Raffaele, vai durar cerca de quatro horas.

O Dr. Zangrillo avaliou em "cerca de 2% a 3%" o risco da operação. Se um paciente com este problema não é operado, o risco de morte aumenta para 10% no ano, indicou.

Berlusconi deverá passar um ou dois dias no setor de cuidados intensivos antes de ir para o quarto.

"Eu espero vê-lo de volta e saudável em um mês", assegurou o médico.

Berlusconi passou mal no domingo à noite após o primeiro turno das eleições municipais parciais na Itália.

Já vítima, há dez anos, de um problema cardíaco, Silvio Berlusconi recebeu um estimulador elétrico nos Estados Unidos. O aparelho foi substituíto em dezembro em um hospital de Milão.

ide-jlv/ob/cls/mr/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos