Mexicano do clã dos 'Porkys' procurado por estupro é detido na Espanha

Madri, 11 Jun 2016 (AFP) - A polícia espanhola anunciou, neste sábado, a detenção de um mexicano, suposto membro do "clã dos Porkys", procurado internacionalmente pelo estupro coletivo de uma menor no México, que causou um grande escândalo no ano passado.

Este suspeito, cuja identidade não foi revelada, "fugiu e se escondeu na Espanha para obstruir a ação da justiça mexicana", assegurou em um comunicado a direção da Polícia Nacional, informando que o mesmo seria extraditado o quanto antes para o México.

A agressão sexual a uma jovem de 17 anos em janeiro de 2015 em Veracruz (leste do México) causou um grande escândalo naquele país, quando três de seus quatro supostos estupradores divulgaram em março, nas redes sociais, um vídeo no qual asseguravam pedir perdão à vítima.

Os fatos teriam ocorrido na saída de uma boate, quando "um grupo de quatro jovens" obrigaram a menor a entrar no carro de um deles antes de ela ser agredida.

Educados em um centro católico e pertencentes a famílias ricas de Veracruz, os jovens prometeram que pediriam perdão e que se submeteriam a terapia, assegurou, então, o pai da vítima aos meios locais.

Mas eles não cumpriram a promessa e iniciaram uma campanha de ataques à jovem na internet, o que levou à família a denunciá-los.

O detido poderá enfrentar uma pena de entre "12 e 40 anos de prisão", segundo o comunicado.

A polícia espanhola assegurou que o jovem "apresentou forte resistência" no momento de sua detenção, na saída de uma residência estudantil no centro de Madri.

Em 16 de abril, a Interpol havia lançado uma ordem de captura internacional para localizar três dos quatro jovens mexicanos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos