Combates entre tropas do regime e EI deixam 28 mortos na Síria

Beirute, 13 Jun 2016 (AFP) - Um contra-ataque do grupo Estado Islâmico, que nesta segunda-feira tentou repelir as forças do regime sírio que se aproximam do bastião jihadista de Tabqa (norte), deixou 28 mortos em ambos os lados, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

O EI controla no norte da Síria uma faixa territorial junto à fronteira turca entre as províncias de Aleppo e Raqa, onde se encontra a cidade de Tabqa.

Dezenas de combatentes do EI lançaram na manhã desta segunda-feira um ataque contra posições das forças do regime ao sul de Tabqa, um posto estratégico de trânsito às margens do rio Eufrates e nas proximidades da cidade de Raqa, "capital" do EI na Síria, segundo o OSDH.

De acordo com o diretor da ONG, Rami Abdel Rahman, após os combates as forças do regime mantinham suas posições, a 15 km do aeroporto de Tabqa, controlado pelo EI.

"Onze combatentes do regime e 17 do Daesh [acrônimo árabe do EI] morreram no ataque", disse Abdel Rahman, acrescentando que 37 membros das forças de Damasco e 101 do EI morreram desde o início da ofensiva contra Tabqa.

Na província de Raqa, os jihadistas enfrentam duas ofensivas contra Tabqa: ao norte da cidade lutam contra as Forças Democráticas Sírias (FDS), uma coalizão de combatentes árabes e curdos, e ao sul contra tropas do governo sírio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos