Rádio do Estado Islâmico (EI) reivindica massacre de Orlando

Beirute, 13 Jun 2016 (AFP) - A rádio oficial do grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou nesta segunda-feira o massacre de Orlando (Flórida, EUA), cometido por um "soldado do califado", que deixou 50 mortos em uma boate gay.

"Deus permitiu ao irmão Omar Mateen, um dos soldados do califado nos Estados Unidos, lançar uma ghazwa (termo islâmico para designar um ataque) em uma discoteca de sodomitas na cidade de Orlando, conseguindo matar e ferir mais de 100 deles", afirma o boletim da Rádio Al-Bayan do EI.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos