Três mexicanos estão entre os mortos de ataque em Orlando

México, 13 Jun 2016 (AFP) - Três mexicanos estão entre os 49 mortos no massacre em uma boate gay de Orlando, Estados Unidos, e outro se encontra entre os 53 feridos, informou nesta segunda-feira o governo mexicano, que investiga se há um quarto mexicano morto.

"Fui informado que, lamentavelmente, neste trágico fato perdemos a vida de três pessoas de origem mexicana. Um mais está ferido, mas em condições estáveis" e fora de perigo, disse o presidente Enrique Peña Nieto.

Em um comunicado, a chancelaria informou que a equipe de seu consulado na Flórida se encontra em contato permanente com as autoridades americanas "para confirmar a nacionalidade de outra pessoa falecida que poderia ser de origem mexicana".

O México está prestando todo o auxílio e ajuda aos familiares das pessoas atingidas, segundo a chancelaria, que não deu maiores detalhes.

"Este é um fato que mostra como, quando as palavras que semeiam ódio, quando as palavras que são discriminatórias, só podem provocar violência", disse Peña Nieto, que recentemente propôs legalizar o casamento homossexual no México gerando uma onda de fortes crítica entre a Igreja e políticos conservadores.

Na noite de sábado, 49 pessoas morreram e cerca de cinquenta ficaram feridas quando Omar Seddique Mateen, um americano de origem afegã de 29 anos, abriu fogo no interior da Pulse, um famoso clube noturno entre a comunidade gay de Orlando.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos