Indiciado homem detido com arsenal antes da Parada Gay de Los Angeles

Los Angeles, 15 Jun 2016 (AFP) - James Howell, de 20, detido em Los Angeles com um arsenal de armas de fogo e explosivos antes da Parada do Orgulho Gay de domingo (12), foi denunciado nesta terça-feira e pode ser condenado a mais de nove anos de prisão.

Howell responderá pelas acusações de posse de instrumento de destruição em via pública, posse de um fuzil de assalto e posse de carregadores de munição de grande capacidade, segundo um comunicado da procuradora de Los Angeles, Jackie Lacey. Também foi denunciado pelo crime de posse de arma de fogo carregada dentro de veículo.

Os promotores pedem que sua fiança seja fixada em US$ 2 milhões.

Nascido em Indiana (norte dos Estados Unidos), James Howell foi detido na madrugada de domingo em Santa Mônica, localidade costeira perto de Los Angeles.

Em seu automóvel foram encontrados três fuzis de assalto, carregadores de munição de grande capacidade e um balde com 18 litros de produtos químicos aptos para fabricar um explosivo improvisado, relataram as autoridades.

Howell foi detido após ser denunciado à Polícia por um morador de Santa Mônica. No momento de sua detenção, ele declarou aos agentes que planejava ir à Parada Gay em Los Angeles.

As autoridades federais ainda não iniciaram um procedimento judicial contra James Howell, mas a investigação continua.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos