Orlando: autoridades americanos dizem que não tolerarão ameaças contra muçulmanos

Washington, 15 Jun 2016 (AFP) - As autoridades americanas anunciaram nesta quarta-feira que as ameaças contra a comunidade muçulmana não serão toleradas, depois de incidentes relatados após o massacre em uma boate gay em Orlando, cometido por um muçulmano.

"As violações dos direitos civis são uma prioridade para o FBI", disse a repórteres o agente especial Ron Hopper.

"Proferir tais ameaças não é apenas errado, mas, em muitos casos, ilegal. Isso deve parar", declarou por sua vez o procurador federal Lee Bentley.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos