Personalidades urgem que América do Norte salve borboleta-monarca

México, 16 Jun 2016 (AFP) - Cerca de 200 intelectuais, cientistas e artistas dos Estados Unidos, México e Canadá, como os escritores Paul Auster e Elena Poniatowska e o ativista Robert F. Kennedy Jr., assinaram uma carta aberta aos presidentes dos seus países, pedindo que salvem a ameaçada borboleta-monarca.

As personalidades que assinaram a carta, entre elas os escritores John Ashbery, Fernando del Paso e Margaret Atwood, pediram aos três líderes que "tomem atitudes rápidas e enérgicas para preservar o fenômeno migratório da monarca", que percorre a cada ano mais de 4.000 km, do Canadá até o México, quando se encontrarem neste mês.

O presidente americano, Barack Obama, o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, e o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, vão participar de uma cúpula norte-americana em Ottawa em 29 de junho.

Do mesmo modo, solicitaram proteção dos terrenos que contêm a planta asclépia, que serve de alimento para a borboleta-monarca e que está ameaçada pelo uso de pesticidas.

Pediram, ainda, que a mineração seja proibida e que se acabe com a exploração na reserva de pinheiros onde as borboletas vivem durante o inverno.

"É crucial ter uma liderança que responda a esses desafios. A borboleta-monarca é uma das criaturas mais extraordinárias e icônicas do planeta, amada por muita gente, além de representar uma conexão fundamental entre os nossos três países", acrescenta o texto.

Em 2014, os presidentes dos Estados Unidos, México e Canadá decidiram adotar medidas conjuntas para proteger a borboleta, cuja população vinha diminuindo drasticamente desde o auge de 18,2 hectares ocupados no inverno de 1996-1997.

Em 2013-2014, a migração da borboleta chegou aos níveis mais baixos em 20 anos, com apenas 0,67 hectare ocupado.

Graças às ações dos três governos, na temporada de 2015-2016, a população dessa espécie se triplicou, chegando a quatro hectares. A meta prevista para 2020 é de pelo menos seis hectares de borboletas nas florestas mexicanas, segundo dados oficiais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos