Emirados Árabes Unidos anunciam saída da guerra do Iêmen

Abu Dhabi, 16 Jun 2016 (AFP) - Um ministro dos Emirados Árabes Unidos afirmou que "a guerra terminou" para as forças do país no Iêmen, uma declaração que foi rapidamente divulgada no Twitter pelo príncipe herdeiro de Abu Dhabi.

"Nosso ponto de vista está claro hoje: a guerra terminou para nossas tropas", afirmou na quarta-feira à noite o ministro das Relações Exteriores, Anwar Gargash.

"Vigiamos os acordos políticos, dando aos iemenitas o poder nas regiões libertadas", completou Gargash, cujo país teve papel fundamental na expulsão dos extremistas da Al-Qaeda da cidade de Mukalla (sudeste do Iêmen).

Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita são pilares da coalizão militar árabe que, desde março de 2015, atua no Iêmen contra os rebeldes xiitas, apoiados pelo Irã e instalados na capital, Sanaa, e em outras regiões do país.

O príncipe herdeiro de Abu Dhabi, Mohamed ben Zayed al-Nahyan, comandante em chefe adjunto das Forças Armadas dos Emirados, publicou rapidamente as declarações de Gargash em sua conta oficial do Twitter.

bur-tm/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos