Campanha do referendo britânico sobre UE seguirá suspensa no sábado

Londres, 17 Jun 2016 (AFP) - A campanha do referendo britânico sobre a permanência na União Europeia seguirá suspensa neste sábado, pelo terceiro dia, em função do assassinato na quinta-feira da deputada trabalhista e europeísta Jo Cox, anunciaram os dirigentes dos dois campos.

A informação foi confirmada pelo porta-voz da Stronger In ("Mais fortes dentro") depois da "Vote Leave" ("Vote para sair") anunciaram que todos seus atos foram suspensos.

A deputada britânica, de 41 anos, mãe de dois filhos, foi atacada a tiros em Birstall, no norte da Inglaterra, e morreu em decorrência dos ferimentos pouco depois, em um hospital de Leeds.

O Reino Unido não registrava o assassinato de um político desde os anos 1980 e o começo dos 1990, quando eram alvo do IRA (Exército de Libertação Irlandês).

Cox era partidária da permanência do país na União Europeia e, segundo vários meios de comunicação, seu agressor gritou "Reino Unido primeiro!", um lema da ultradireita britânica.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos