Homem morre no Nepal em confronto pelo "viagra do Himalaia"

Katmandu, 17 Jun 2016 (AFP) - Um homem morreu e três ficaram feridos em uma região montanhosa remota do Nepal durante um confronto por causa de um fungo de grande valor, conhecido como "o viagra do Himalaia" por suas supostas virtudes afrodisíacas, anunciaram as autoridades locais.

A cada ano, milhares de pessoas no Tibete e Nepal buscam o Cordyceps sinensis, chamado localmente de yarchagumba, um parasita que cresce no corpo de uma lagarta, encontrado apenas durante determinadas épocas do ano.

Na China, onde é utilizado em medicamentos, o fungo é vendido por preços elevados.

"Uma pessoa morreu e três ficaram feridas quando um grupo de 10 saqueadores abriu fogo de forma indiscriminada", declarou à AFP Keshab Raj Sharma, governador do distrito ocidental de Mugu.

"Os camponeses afirmaram que o grupo levou a colheita", disse.

As autoridades locais enviaram uma equipe de policiais ao local do confronto na quarta-feira, mas os agentes só conseguiram chegar nesta sexta-feira.

Nenhuma equipe médica conseguiu ter acesso ao local. Um helicóptero ambulância teve que retornar por causa do mau tempo.

O yarchagumba, que significa "planta estival, inseto invernal" em tibetano, cresce a mais de 3.500 metros de altura. Ele se implanta em uma lagarta, que vai matando lentamente, e se desenvolve a partir do corpo do inseto.

Este não foi o primeiro confronto provocado pelo Cordyceps sinensis. Em 2009, nove pessoas morreram em um confronto sobre os direitos de colheita.

str-pm/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos