Parte dos diálogos do autor do massacre de Orlando será divulgado na segunda

Washington, 19 Jun 2016 (AFP) - As autoridades americanas divulgarão nesta segunda-feira parte das transcrições das conversas por telefone entre o autor do massacre de Orlando, Omar Mateen, e os negociadores da polícia durante o ataque contra a boate gay que deixou 49 mortos, informou a secretária de Justiça Loretta Lynch.

Lynch disse que as transcrições que serão divulgadas incluem a declaração de lealdade de Mateen ao grupo Estado Islâmico, e os motivos que alegou para realizar a chacina.

"Falou sobre política americana em certos aspectos", afirmou Lynch ao canal CNN.

No entanto, segundo ela, o Mateen não falou sobre o que pensava dos homossexuais.

"Ainda estamos estudando por que escolheu esse lugar em particular para seu ataque", indicou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos