City de Londres se prepara para noite de vigília no referendo

Londres, 21 Jun 2016 (AFP) - Operadores adicionais, telefones vermelhos, hotel a dois passos do escritório: a City, distrito financeiro de Londres, tomou todas as medidas para passar a noite em vigília, esperando os resultados do referendo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia UE.

A proximidade do referendo, na quinta-feira, provocou movimentos abruptos nos mercados, mas os investidores acreditam que haverá mais agito na noite do referendo, à espera do resultado que deverá ser divulgado às seis da manhã de sexta-feira.

Os investidores não acreditam nas pesquisas. "Se lembramos algo das últimas eleições é das pesquisas, que não são a verdade do Evangelho, e de que tudo poderá mudar nos próximos dias, causando mais volatilidade", advertiu Joe Rundle, operador da ETX capital.

Uma saída do Reino Unido da UE se traduziria em uma significativa queda da libra e das bolsas, não só em Londres, como também em outros mercados financeiros europeus e mundiais, segundo a maior parte dos analistas.

Todo o mundo financeiro de Londres se prepara para uma longa noite, desde as pequenas sociedades financeiras, com seus velhos escritórios na City, aos grandes bancos internacionais instalados nos arranha-céus modernos de Canary Wharf.

A empresa Spreadex planeja duplicar sua força de trabalho durante a noite de quinta-feira. "Se o Reino Unido decidir sair da UE, as consequências são claras: a Spreadex precisará de toda a sua força para conter o banho de sangue. Se o país decidir se manter na UE, haverá uma afluência de investidores nos mercados. Teremos trabalho de qualquer forma", disse à AFP o analista Connor Campbell.

Impossível de prever?Haverá café, vitaminas e estimulantes vários, tudo para manter os operadores acordados antes do amanhecer, enquanto as curvas nos gráficos se parecem as de montanhas russas.

Alguns pretendem passar a noite perto de seus escritórios para enfrentar qualquer eventualidade. "Eu vivo em Cambridge, não há trens a partir de meia-noite, e tenho que estar no escritório na sexta-feira muito cedo. Então vou ficar em um hotel perto do trabalho, para onde irei de vez em quando à noite, dependendo do que acontecer", disse Alan Clarke, estrategista do banco canadense Scotiabank Europa.

Como muitos de seus colegas, ele ainda não sabe se trabalhará durante toda a noite, quando provavelmente vai surgir todo tipo de rumores, ou reunir forças para o dia seguinte, quando forem conhecidos os resultados.

HSBC, Barclays, Standard Chartered e BNY Mellon: vários grandes bancos britânicos e americanos confirmaram ter mobilizado forças adicionais para ajudar seus clientes a encontrar oportunidades de negócio ou acalmá-los em caso de pânico.

Adam Jepsen tem outra solução: que se abstenham de realizar transações financeiras durante o referendo.

Dez anos depois de fundar sua companhia, a Financials Spreads, considera que a volatilidade do mercado será muito forte para obter lucros se houver Brexit.

"Olhem a Eurocopa 2016, comecem um novo hobby, aprendam a jogar Minecraft, façam suas compras a prazo ou façam trabalhos em casa", aconselhou aos investidores. "Haverá um monte de oportunidades depois do anúncio dos resultados e assim que os mercados se acalmarem", prosseguiu.

jmi-pn/gib/al/ra/cc/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos