Ativistas de Hong Kong querem voltar a ser colônia britânica para obter independência

Hong Kong, 22 Jun 2016 (AFP) - Um grupo de ativistas de Hong Kong criou um novo partido que defende a ideia de que o território volte a ser uma colônia da Grã-Bretanha, como um passo prévio para a independência.

O novo partido (A Aliança para a Volta da Soberania Britânica em Hong Kong e Independência) é o segundo em poucos meses que pede a secessão, em um contexto de controle cada vez mais rígido das autoridades de Pequim.

"A independência é o objetivo final, voltar a ficar sob soberania britânica é apenas uma fase", disse à AFP Billy Chiu, líder da Aliança.

"Uma nação independente é a única saída para Hong Kong", completou.

O novo partido, com 30 membros, será criado formalmente no próximo domingo.

Em março foi criado outro partido, o Hong Kong National Party, que também defende a separação.

O mal-estar aumentou nos últimos meses com o desaparecimento de funcionários de editoras que publicaram livros com revelações sobre escândalos que envolvem os líderes do Partido Comunista chinês.

Hong Kong foi uma colônia britânica até 1997, quando o território foi devolvido a China, que se comprometeu a preservar suas liberdades durante 50 anos.

Mas Pequim aumentou progressivamente sua influência, na política e nos meios de comunicação, e muitos temem perder as liberdades civis, muito mais amplas em Hong Kong do que na China continental.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos