Britânicos apostam no 'in' sem hesitação em referendo sobre a UE

Londres, 22 Jun 2016 (AFP) - As pesquisas apontam para uma disputa acirrada, mas as casas de apostas não hesitam em apostar decididamente em uma vitória do "remain", a permanência do Reino Unido na União Europeia no referendo desta quinta-feira.

Se David Cameron, primeiro-ministro britânico pró-UE, tenta manter a calma, melhor não consultar as pesquisas: nesta quarta-feira, na véspera da votação, a média das últimas seis enquetes apontavam uma pequena vantagem de 51% contra 49% para o campo do "in".

Para reencontrar o sono, melhor seria que ele se voltasse para os "bookies" que preveem de forma unânime uma vitória do "in", sem hesitação.

As principais casas de apostas, Ladbrokes, Coral, Paddy Power e Betfair apontavam nesta quarta-feira 76% de chances do "Remain" vencer o pário contra cerca de 24% para o "Leave".

Então, em quem acreditar? As pesquisas recentes indicam que se deve confiar nas casas de apostas, que acertaram em cheio sobre o referendo escocês em 2014, enquanto algumas sondagens apontaram vitória para a independência.

E os apostadores chegaram muito mais próximos do resultado das eleições legislativas em 2015 do que as pesquisas.

"A situação lembra o referendo escocês onde as chances do não à independência eram estimadas em 75% e ele acabou vencendo por 55% contra 45%", diz Barry Orr, porta-voz da Betfair à AFP.

Mais de 40 milhões de libras em apostas"Eu ficaria chocado se os britânicos votassem pela saída da União Europeia. Eu simplesmente não acreditaria", afirmou.

Seu sentimento é compartilhado por Marcus Goddard da casa Betfred: "não será por uma margem enorme - de cerca de 55% contra 45% - mas a votação será vencida pelo Remain".

"Os favoritos nem sempre ganham, mas desta vez devemos confiar mais nos bookies do que nas pesquisas", assegurou o jornal online The Independent.

O maior número de apostas certamente foi para uma vitória do Leave, que oferece probabilidades muito mais gratificantes. Mas são principalmente pequenas somas, enquanto as grandes apostas vão para o Remain.

Uma londrina apostou assim nada menos que 100.000 libras (130.000 euros) na permanência na UE, esperando um ganho de 40.000 libras.

No geral, o referendo já quebrou recordes, com mais de 40 milhões de libras apostadas, mais do que durante o referendo escocês ou durante a eleição presidencial americana de 2012.

E não acaba por aí, porque Graham Sharpe, porta-voz da William Hill, está esperando um "estouro" nas apostas no dia da votação, quinta-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos