Heroína domina os mercados, apeasr da queda da produção de ópio

Viena, 23 Jun 2016 (AFP) - O cultivo mundial de ópio caiu mais de um terço em 2015, mas a heroína continua inundando os mercados mundiais devido às reservas existentes, afirma o relatório do Escritório das Nações Unidas contra a Droga e o Delito (ONUDC).

O texto destaca que a queda pronunciada de 38% observada no ano passado levou a produção mundial a 4.770 toneladas frente às 7.730 de 2014, ano em que o cultivo mundial de ópio alcançou um de seus maiores níveis desde os anos 1930.

Esta diminuição, assim como o máximo do ano anterior, é atribuída principalmente ao Afeganistão, principal produtor mundial de ópio (85% do total) e onde os cultivos foram reduzidos devido à má colheita.

No entanto, é pouco provável que esta diminuição leve a uma importante escassez no mercado mundial em função do alto nível de produção dos anos anteriores e dos estoques ainda existentes, segundo ONU.

"Ainda há muita heroína no mercado", constata Angela Me, uma das autoras do estudo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos