Obama critica votação da Suprema Corte sobre medidas migratórias

Washington, 23 Jun 2016 (AFP) - O presidente Barack Obama criticou nesta quinta-feira o em pate em quatro votos no plenário da Suprema Corte, que manteve o bloqueio a decretos de alívio migratório anunciados no final de 2014.

"Acho que é desolador para milhões de migrantes que fizeram suas vidas aqui, que criaram suas famílias aqui, e têm esperança na oportunidade de trabalhar, pagar seus impostos, servir nas forças armadas e contribuir para este país que todos amamos", afirmou o presidente.

Segundo ele, a migração não deve gerar medo.

A Suprema Corte dos Estados Unidos manteve nesta quinta-feira o bloqueio imposto por um tribunal inferior às medidas de alívio migratório assinadas pelo presidente Barack Obama em favor de entre quatro e cinco milhões de imigrantes.

A discussão na máxima corte americana terminou empatada em quatro votos a quatro, e portanto mantém vigente uma decisão que deixa em um limbo jurídico milhões de imigrantes, em um tema particularmente sensível em um ano eleitoral.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos