Preso iemenita de Guantámano é entregue a Montenegro

Washington, 23 Jun 2016 (AFP) - O Pentágono anunciou nesta quarta-feira a entrega de um preso iemenita de Guantánamo a Montenegro, reduzindo para 79 o número de detentos na polêmica prisão militar.

A libertação de Abdel Malik Ahmed Abdel Wahab al-Rahabi, que permanecia em Guantánamo desde 2002, foi recomendada por seis agências e departamentos do governo americano, informou o Pentágono.

Segundo documentos publicados por WikiLeaks e The New York Times, Rahabi foi guarda-costas de Osama bin Laden, de quem era parente.

Nascido em 1979, Rahabi foi capturado em dezembro de 2001 com um grupo de 30 combatentes da Al-Qaeda, identificado por agentes de inteligência como "Dirty 30".

"Os Estados Unidos estão agradecidos com o governo de Montenegro por sua medida humanitária e disposição para fechar o centro de detenção de Guantánamo", destacou o Pentágono.

bur-wat/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos