Homem espalha pânico em Paris com arma falsa

Paris, 24 Jun 2016 (AFP) - Um homem semeou o pânico em vários cafés no centro de Paris com um fuzil automático falso, apenas sete meses após os ataques de 13 de novembro, informou a polícia nesta sexta-feira.

O incidente ocorreu na quarta-feira e o homem foi preso, indicou à AFP uma fonte policial.

Na quarta-feira, a polícia recebeu chamadas pouco antes das 23h30 (18H30 de Brasília) de pessoas que indicaram que "um homem armado estava prestes a disparar no terraço" de um café em Thorigny, no centro da capital.

Os policiais que chegaram ao local não ouviram tiros, mas "viram um cara segurando uma arma tipo fuzil", relatou.

"Ordenaram ao homem que colocasse a arma no chão, o que ele fez, e foi preso imediatamente". Os agentes então descobriram que a arma era falsa.

O homem de origem asiática, em detenção provisória, "não explicou sua ação" e vai ser submetido a um exame psicológico.

Muitas pessoas estavam nesta pequena praça no histórico bairro de Le Marais, onde há vários cafés e restaurantes.

"Algumas pessoas estavam em estado de choque, especialmente duas mulheres grávidas que precisaram ser atendidas pelos bombeiros", disse a fonte.

Em 13 de novembro, três extremistas mataram 39 pessoas em terraços de cafés e restaurantes no leste de Paris, enquanto outros dois comandos atacaram a casa de espetáculos Bataclan e o Stade de France. No total, 130 pessoas morreram.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos