Primeiro-ministro britânico anuncia que vai deixar o cargo

Londres, 24 Jun 2016 (AFP) - O primeiro-ministro britânico, David Cameron, anunciou nesta sexta-feira que deixará o cargo em outubro porque o país precisa de um novo líder para comandar as negociações de saída da União Europeia (UE).

"Eu não penso que seria correto tentar ser o capitão que orienta nosso país até até seu próximo destino", disse Cameron diante da residência oficial de Downing Street.

Ele completou que o "novo primeiro-ministro deveria estar no cargo antes do início do congresso do Partido Conservador", em outubro.

"Os britânicos votaram a favor de deixar a União Europeia e sua vontade têm que ser respeitada", declarou.

"Acredito que o novo primeiro-ministro é quem deve tomar a decisão de ativar o Artigo 50", afirmou, a respeito do Tratado Europeu de Lisboa, que abrirá o período de negociações para a ruptura.

Cameron defendeu a ideia de convocação do referendo, cujo resultado provocou quedas expressivas nas Bolsas e a desvalorização da libra.

"Temos uma democracia parlamentar, mas há momentos em que o correto é consultar a população".

O primeiro-ministro anunciou uma mensagem de tranquilidade, ao avisar os "britânicos que vivem na Europa e os europeus que vivem aqui que não acontecerão mudanças imediatas".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos