Mais de 130 pessoas hospitalizadas na China após vazamento químico

Pequim, 28 Jun 2016 (AFP) - Mais de 130 pessoas foram hospitalizadas no leste da China depois de um vazamento químico em uma fábrica, que recebeu a ordem de fechar, anunciou nesta terça-feira a agência de notícias Xinhua.

O vazamento de diceteno, um composto usado para a fabricação de papel e produtos farmacêuticos, aconteceu na fábrica localizada na província de Shandong, segundo a agência.

De acordo com autoridades citadas pela agência, o acidente foi causado por negligência.

A emoresa Beichen Biotechnology que administra a fábrica recebeu a ordem de fechar.

Este incidente é o mais recente de uma série envolvendo substâncias perigosas, armazenadas ou produzidas na China, perto de áreas residênciais sem respeitar as normas de segurança.

Em agosto passado, 165 pessoas morreram após uma série de explosões em um local de armazenamento de produtos químicos perto de um bairro residencial no porto de Tianjin (leste).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos