Obama diz que houve um "pouco de histeria" após saída do Reino Unido

Em Washington

  • Pablo Martinez Monsivais/AP

    O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama

    O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta terça-feira (28) que houve um "pouco de histeria" internacional após o referendo que decidiu a saída do Reino Unido da União Europeia (UE).

Em uma entrevista à Rádio Nacional Pública, o presidente norte-americano disse que respeita os resultados do referendo. No entanto, para Obama, a votação representou "o apertar do botão que pausa o projeto de uma integração completa da Europa".

"Eu não exageraria. Houve um pouco de histeria depois da votação do Brexit, como se, de alguma maneira, já não existisse a Otan, como se tivesse dissolvido a aliança atlântica, e cada país tivesse ido para seu canto. Não foi isso o que aconteceu".

Obama disse ainda que a votação "fala dos caminhos em curso e os desafios que aumentam por causa da globalização".

"Creio que este será o momento em que toda a Europa dirá: 'vamos respirar e imaginar como podemos manter em parte nossas identidades nacionais, como podemos preservar os benefícios da integração e como vamos lidar com certas frustrações que são sentidas por nossos eleitores'", comentou, acrescentando que não prevê "grandes mudanças catastróficas" em consequência dessa votação.

Brasileiros que usam passaporte europeu podem ser afetados

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos