Eleição de Trump seria perigosa para relações entre EUA e Europa, diz Hollande

Em Paris

  • Gonzalo Fuentes/Reuters

Para o presidente francês, François Hollande, uma vitória do virtual candidato republicano, Donald Trump, na eleição americana "complicará as relações entre a Europa e os Estados Unidos" - de acordo com entrevista que será publicada nesta quinta-feira (30) no jornal Les Echos.

"Seus slogans diferem pouco daqueles da extrema-direita na Europa e na França: medo da onda migratória, estigmatização do Islã, comprometimento da democracia representativa, denúncia das elites... enquanto Donald Trump, por sua fortuna, é sua encarnação mais evidente", declara Hollande.

Ao ser questionado sobre se a eleição do magnata americano seria "perigosa", o presidente socialista responde claramente que "sim".

François Hollande adverte que a possibilidade de ver Trump na Casa Branca não deve ser minimizada.

"Aqueles que afirmam que Donald Trump não pode ser o próximo presidente dos Estados Unidos são os mesmos que achavam que o Brexit nunca seria votado", afirmou.

Na mais recente pesquisa sobre a corrida pela Casa Branca, divulgada nesta quarta-feira pela Universidade de Quinnipiac, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton e o empresário Donald Trump aparecem tecnicamente empatados, com 42% para a democrata e 40% para seu adversário republicano.

Essa foi a primeira vez que Hollande comentou a candidatura de Trump, ao contrário de seu primeiro-ministro, Manuel Valls. Em maio passado, o premiê francês chamou o americano de "homem mau".

Trump é recebido com bandeiras mexicanas e suásticas na Escócia

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos