Rebeldes sírios avançam na direção da fronteira com o Iraque

Beirute, 29 Jun 2016 (AFP) - Tropas rebeldes do Novo Exército Sírio (NES), apoiadas pelos Estados Unidos, conquistaram uma pequena base aérea próxima da fronteira com o Iraque, anunciou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

A tomada da base aérea de Al-Amdan é parte da ofensiva do NES para assumir o controle da cidade de Bukamal, na província de Deir Ezzor, leste da Síria, e cortar as linhas de abastecimento do grupo extremista Estado Islâmico (EI) com o Iraque.

Al-Amdan fica a cinco quilômetros ao noroeste de Bukamal, cidade às margens do rio Eufrates e muito próxima da fronteira com o Iraque.

Bukamal está sob poder do EI desde junho de 2014.

"O objetivo é cortar as linhas abastecimento militar do EI entre o Iraque e a Síra para, depois, conquistar Bukamal", afirmou à AFP Mezahem al Salum, porta-voz do NES.

Bukamal, que tem 50.000 habitantes, fica a poucos quilômetros de Al-Qaim, cidade iraquiana controlada pelo EI.

Na terça-feira, o EI decapitou cinco jovens de Bukamal acusados de espionagem para o NES, segundo o OSDH.

O NES reúne combatentes não islamitas treinados por tropas especiais dos Estados Unidos e do Reino Unido em um campo da coalizão internacional na Jordânia, também de acordo com o OSDH.

No início de março, o NES entrou no território sírio a partir da Jordânia e ocupou o posto de fronteira de Al-Tanaf, na fronteira com a Síria.

No dia 16 de junho, o NES iniciou um rápido avanço que em poucos dias permitiu ao grupo se aproximar, com o apoio da aviação da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, de Bukamal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos