Australianos votam em eleições antecipadas com previsão de disputa acirrada

Sydney, 1 Jul 2016 (AFP) - Os australianos começaram a votar no sábado (noite de sexta no Brasil) em eleições antecipadas, tendo como favorito o líder conservador Malcolm Turnbull por estreita margem sobre o trabalhista Bill Shorten, embora pesquisas de opinião indiquem uma disputa apertada.

As seções eleitorais abriram às 8h locais (19h de sexta em Brasília) e 15,6 milhões de eleitores foram convocados a votar em todo o país, onde as últimas pesquisas colocam Turnbull, que fez campanha focada na gestão da economia, ligeiramente à frente.

Depois de oito semanas de campanha, o instituto Newspoll publicou no jornal The Australian uma pesquisa em que a coalizão dos partidos Liberal e Nacional aparece à frente nas intenções de voto com 50,5% dos votos contra 49,5% para o Partido Trabalhista, enquanto a consulta do Sydney Morning Herald dá empate entre os dois partidos.

Os trabalhistas, de Shorten, precisam de 19 assentos no Parlamento com total de 150 cadeiras para assegurar as 76 necessárias para governar.

A coalizão, que chegou às eleições com maioria confortável, pode se permitir perder até 13 assentos e ainda assim manter o poder.

Turnbull convocou eleições antecipadas porque os políticos independentes, de partidos menores, chamados de "crossbenchers", têm nas mãos o equilíbrio de poder no Senado.

Atualmente, o governo tem 33 assentos no Senado e precisa de outros seis para aprovar a lei sem ter que negociar com partidos menores ou independentes.

Mas alguns especialistas sugerem que a Câmara alta poderia acabar abrigando mais "crossbenchers" após as eleições do que antes, com os eleitores cansados dos políticos tradicionais optando por alternativas.

Dezenas de partidos menores e candidatos independentes aparecem nas pesquisas como potencialmente capazes de atrair apoio significativo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos