Candidato ao posto de premier britânico não tem pressa para romper com a UE

Londres, 1 Jul 2016 (AFP) - Um dos candidatos favoritos para substituir David Cameron como chefe de Governo, o ministro da Justiça Michael Gove, defensor do Brexit, afirmou nesta sexta-feira que o processo de ruptura com a UE não começará este ano.

"Nós vamos controlar a agenda, não faremos até que estejamos preparados", afirmou Gove em sua primeira entrevista coletiva como candidato a líder do Partido Conservador e do governo, ao responder a uma pergunta sobre quando ativaria o artigo 50.

O recurso a este artigo do Tratado Europeu de Lisboa é o que marca o início das negociações para romper com Bruxelas. Os sócios europeus pediram a Londres que inicie o processo de divórcio o mais rápido possível, para evitar que a incerteza prejudique a economia europeia.

"Só ativarei depois de amplas discussões preliminares (...) não espero que o Artigo 50 seja ativado este ano", disse.

Gove foi o número 2 de Boris Johnson na campanha vitoriosa pela saída da UE, mas abandonou o ex-prefeito de Londres no último minuto e apresentou sua própria candidatura, que rendeu acusações de traição.

Ele é o segundo mais bem posicionado para conquistar a vitória nas primárias, atrás apenas da ministra do Interior, Theresa May.

"Seja o que for carisma, eu não tenho. Seja o que for glamour, não acredito que ninguém o veja em mim", afirmou Gove, que também foi ministro da Educação.

"Mas a cada passo de minha vida política me faço uma pergunta: O que é correto? O que o coração pede?", completou, para justificar a traição a Johnson.

Assim como Theresa May, Gove disse que, se vencer a disputa conservadora, não antecipará as próximas eleições legislativas, programadas para 2020.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos