Desemprego na Eurozona cai a 10,1% em maio

Bruxelas, 1 Jul 2016 (AFP) - O desemprego na zona do euro caiu 0,1% em maio, a 10,1%, o menor nível registrado nos países da moeda única desde julho de 2011, de acordo com a primeira estimativa da agência europeia de estatísticas Eurostat.

Os analistas entrevistados pela agência de notícias financeiras Facset já esperavam o resultado. Em julho de 2015, a zona do euro registrava índice de desemprego de 11%.

O dado significa 16,267 milhões de pessoas sem atividade oficial, 112.000 a menos que em abril.

Por país, as disparidades são importantes. República Tcheca e Alemanha registraram as menores taxas (4,0% e 4,2%), enquanto Grécia e Espanha permanecem como as nações com maiores índices (24,1% na Grécia em março, último dado disponível, e 19,8%).

Entre as pessoas com menos de 25 anos o desemprego caiu 0,2% na comparação com abril, a 20,9% (dados revisados), ou seja, 2,885 milhões de jovens sem emprego. Em maio de 2015 o índice era de 22,4%.

Na Espanha, a taxa alcança 43,9% entre os menores de 25 anos (643.000) e na Grécia era de 50,4% (128.000) em março.

No conjunto da União Europeia (UE) de 28 países, o desemprego registrou queda de 0,1%, a 8,6%, o que significa 21,084 milhões de pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos