Número de mortos em ataque a Istambul chega a 45

Istambul, 2 Jul 2016 (AFP) - O número de mortos no atentado lançado na terça-feira por três terroristas suicidas no aeroporto de Istambul subiu para 45, após o falecimento neste sábado de um menino jordaniano de quatro anos que havia sido ferido, informou a agência de notícias Dogan.

O menino, identificado como Rayan Mohamed, morreu em um hospital de Istambul devido à gravidade de seus ferimentos, indicou a agência.

O governo de Istambul, por sua vez, informou em um comunicado que 52 pessoas seguem internadas, 20 das quais estão em unidades de tratamento intensivo. As autoridades turcas informaram na quinta-feira que entre os mortos havia 19 estrangeiros.

O ataque de terça-feira foi o mais grave do ano e ainda não foi reivindicado. As autoridades turcas responsabilizaram o grupo Estado Islâmico (EI) pela ação.

No processo de investigação, a polícia prendeu 24 pessoas em Istambul, entre elas 15 estrangeiros, de acordo com a agência de notícias do governo Anadolu.

As autoridades afirmaram que os terroristas eram um russo, um uzbeque e um quirguiz. A agência Anadolu identificou como autores Rakim Bulgarov e Vadim Osmanov, sem precisar a nacionalidade de cada um deles.

Os meios de comunicação turcos informaram que um checheno identificado como Akhmet Chatayev foi o comandante do atentado. Segundo o jornal Hürriyet, ele seria o chefe do EI em Istambul e também teria organizado os ataques perto da Taksim (em março) e Sultanahmet (janeiro), no coração de Istambul.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos