Parada gay de Colônia lembra vítimas de ataque em Orlando

Berlim, 3 Jul 2016 (AFP) - Centenas de milhares de pessoas participaram neste domingo da marcha do Orgulho Gay em Colônia, oeste da Alemanha, uma festa que neste ano lembrou as 49 vítimas do atentado contra uma boate gay em Orlando, afirmaram os organizadores.

O porta-voz da manifestação, Nils Schmidt, disse que cerca de 950.000 pessoas saíram às ruas, enquanto a polícia não divulgou uma estimativa.

Em memória das vítimas de Orlando, as bandeiras do arco-íris ondeavam a meio mastro e alguns manifestantes carregavam cartazes que diziam "We are Orlando" (Somos Orlando) e "Love is not a crime" (Amor não é crime).

A vice-presidente do Bundestag, a parlamentar ecologista Claudia Roth, afirmou em um discurso: "Usamos fitas pretas, não esquecemos Orlando", segundo o site do jornal local Köln Stadt-Anzeiger.

"Queremos expressar nosso respeito e nosso pesar a todas as vítimas", declarou, por sua vez, o organizador do desfile, Jörg Kalitowitsch, citado pela agência de notícias alemã DPA.

"Orlando é o tema do momento e por isso o utilizamos como uma oportunidade, embora lamentavelmente seja uma situação triste, de mostrar que há, em toda parte, inclusive na Alemanha, vítimas de ataques" contra os homossexuais, acrescentou.

Os organizadores afirmam que este evento festivo se converteu na principal manifestação do Orgulho Gay de toda a Europa.

No dia 12 de junho, 49 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em um tiroteio contra uma boate gay na cidade de Orlando (sudoeste dos Estados Unidos).

O grupo Estado Islâmico (EI) reivindicou o ataque.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos