Corpos de sete vítimas japonesas do atentado de Dacca chegam a Tóquio

Em Tóquio

  • Jiji Press/AFP

    Funcionários do aeroporto de Tóquio e autoridades japonesas se curvam em reverência aos caixões com os corpos de vítimas japonesas do atentado jihadista de sexta-feira passada (1º) em Bangladesh

    Funcionários do aeroporto de Tóquio e autoridades japonesas se curvam em reverência aos caixões com os corpos de vítimas japonesas do atentado jihadista de sexta-feira passada (1º) em Bangladesh

Os corpos de sete vítimas japonesas do atentado jihadista de sexta-feira passada em Bangladesh chegaram na manhã desta terça-feira (5) a Tóquio, em um avião do governo japonês.

Logo após o pouso do avião, às 05H50 local (19H50 Brasília de segunda) no aeroporto Tóquio-Haneda, o ministro japonês das Relações Exteriores, Fumio Kishida, depositou flores ao lado dos caixões de cinco homens e duas mulheres colocados na pista.

As famílias das vítimas, que haviam viajado a Daca após a confirmação das mortes, regressaram no mesmo avião.

Um oitavo japonês, ferido no ataque contra o restaurante em um bairro nobre de Daca, voltou ao Japão em outro avião e foi hospitalizado de imediato.

Nove italianos, dois bengaleses, uma americana e uma indiana também morreram no ataque, atribuído ao grupo Estado Islâmico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos