Otan vai usar aviões de vigilância AWACS contra Estado Islâmico

Varsóvia, 9 Jul 2016 (AFP) - Os líderes da Otan decidiram neste sábado (9) utilizar os sofisticados aviões do sistema de vigilância aérea eletrônica AWACS na luta contra o grupo extremista Estado Islâmico - afirmou o secretário-geral da Aliança, Jens Stoltenberg.

"Colocaremos à disposição o apoio aéreo AWACS, e o plano é que [os aviões] voem no espaço aéreo internacional e sobre a Turquia, o que permitirá vigiar o espaço aéreo do Iraque e da Síria", disse Stoltenberg em coletiva de imprensa realizada após a cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em Varsóvia.

Esses aparelhos são alguns dos poucos equipamentos próprios da Otan. A organização não tem tropas nem armamento, já que estes são fornecidos pelos membros da Aliança.

O sistema de vigilância AWACS (siglas em inglês de Sistema Aéreo de Alerta e Controle) consiste em complexas aeronaves equipadas com radares poderosos que permitem monitorar o espaço aéreo em um raio de centenas de quilômetros.

Também podem ser utilizados como postos de comando para coordenar bombardeios e outras operações militares.

Na declaração final da cúpula, os aliados decidiram que "os aviões da Otan serão colocados à disposição para oferecer um apoio à coalizão contra o Estado Islâmico".

dk-pa/eg/db/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos