Porta-voz de ex-líder rebelde cita mais de 150 mortos em combates no Sudão do Sul

Juba, 9 Jul 2016 (AFP) - Mais de 150 soldados morreram na sexta-feira à noite em confrontos entre o exército do Sudão do Sul e ex-rebeldes na capital sul-sudanesa, Juba, informou um porta-voz dos ex-rebeldes.

"O número de vítimas supera 150 mortos", afirmou Roman Nyarji, porta-voz do ex-líder rebelde Riek Machar, atual vice-presidente do país.

Nyarji advertiu que o número de vítimas pode aumentar

"Estamos esperando um balanço de vítimas maior, porque duas unidades da guarda presidencial foram mobilizadas ontem", disse.

Os confrontos começaram na véspera do quinto aniversário da independência do país, reavivando os temores sobre o fracasso do frágil processo de paz após uma guerra civil de mais de dois anos que deixou dezenas de milhares de mortos.

O conflito começou com uma luta de poder entre o chefe de Governo, Salva Kiir, e seu segundo, Riek Machar.

O tiroteio aconteceu durante um encontro de Kiir e Machar no palácio presidencial, em consequência de um confronto entre os seguranças.

A confusão levou ao tiroteio, que aumentou de intensidade até virar um combate com armas pesadas em vários pontos de Juba.

Neste sábado, o clima era tenso nas ruas quase desertas de Juba, sob fortes medidas de segurança.

str-tmc/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos