Merkel está convencida de que o Reino Unido notificará o Brexit

Berlim, 10 Jul 2016 (AFP) - A chefe de Governo da Alemanha, Angela Merkel, afirmou neste domingo estar convencida de que o Reino Unido ativará o artigo 50 do Tratado de Lisboa para oficializar a decisão de abandonar a União Europeia (UE).

"A próxima etapa (após o referendo de 23 de junho no Reino Unido) é que ativem o artigo 50 e querem fazê-lo apenas quando tiverem uma nova primeira-ministra (...) Eu parto do princípio de que isto vai acontecer", disse Merkel.

"Acredito totalmente que o pedido será apresentado", reiterou em entrevista ao canal público ZDF.

O artigo 50 do Tratado de Lisboa, também conhecido como a "cláusula de retirada", estipula que a vontade de abandonar o bloco deve ser notificada ao Conselho Europeu, formado pelos 28 chefes de Estado e de Governo da UE.

Os conservadores britânicos devem escolher oficialmente sua próxima líder, e portanto a próxima primeira-ministra do Reino Unido, em 9 de setembro. As candidatas são a ministra do Interior, Theresa May, e a secretária de Estado de Energia, Andrea Leadsom.

Merkel, que defendia a permanência do Reino Unido na UE, descartou a possibilidade de que os britânicos continuem no bloco.

"A decisão, do meu ponto de vista, foi tomada, quando a maioria dos britânicos votou a favor de abandonar a UE", disse.

O presidente americano, Barack Obama, também afirmou no sábado que Reino Unido deixará o bloco, descartando a hipótese de um eventual recuo após o referendo.

Em 23 de junho, 17,4 milhões de britânicos, ou seja 51,9% dos eleitores, votaram pela saída da UE.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos