EUA transferem dois detentos de Guantánamo para a Sérvia

Washington, 11 Jul 2016 (AFP) - O Pentágono transferiu nesta segunda-feira dois detentos da prisão de Guantánamo (ilha de Cuba), um iemenita e outro tajique, para a Sérvia, reduzindo assim o número de prisioneiros em sua polêmica base militar a 76.

O tajique Muhammadi Davlatov e o iemenita Mansur Ahmad Saad al-Dayfi receberam autorização de seis departamentos e agências do governo para serem transferidos para a Sérvia, informou o departamento de Estado.

O presidente Barack Obama, em um de seus primeiros atos oficiais depois de ser eleito em 2008, prometeu fechar a controvertida prisão destinada à "guerra contra o terrorismo".

"Em cumprimento da ordem executiva presidencial de 22 de janeiro de 2009, a Força Intergovernamental de Tarefas de Guantánamo realizou uma profunda revisão do caso Davlatov e aprovou por unanimidade sua transferência", segundo o comunicado do Pentágono.

O departamento de Defesa, o de Segurança Interna e outras agências determinaram no fim do ano passado que "a continuação da prisão de Al-Dayfi já não é necessária para proteger-se contra uma ameaça significativa atual para a segurança dos Estados Unidos".

O Pentágono agradece no comunicado à Sérvia "por seu gesto humanitário e vontade de apoiar os atuais esforços dos Estados Unidos para fechar o estabelecimento de detenção na Baía de Guantánamo", um sentimento compartilhado pelo secretário de Estado John Kerry.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos