Portugal não merece ser sancionado por déficit, diz ministro francês

Paris, 11 Jul 2016 (AFP) - Portugal não merece ser sancionado por seu desvio orçamentário, já que fez esforços enormes para reduzir o déficit nos últimos anos, declarou nesta segunda-feira o ministro francês das Finanças, Michel Sapin.

"Portugal fez esforços monstruosos nos últimos anos", disse Sapin.

"Não merece que seja aplicada uma disciplina exagerada", acrescentou Sapin, antes de viajar a Bruxelas para participar de uma reunião de ministros das Finanças.

Portugal teve em 2015 um déficit de 4,4%, apesar do objetivo fixado de deixá-lo abaixo de 3%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos