Obama viaja a Dallas para assistir a funeral de policiais mortos

Washington, 12 Jul 2016 (AFP) - O presidente Barack Obama irá a Dallas nesta terça-feira estará para oferecer suas condolências aos familiares dos cinco policiais mortos depois do ataque de um franco-atirador, e tenter unir um país que tenta digerir uma semana de violência e tensões raciais.

O discurso de Obama - que será acompanhado pelo vice-presidente Joe Biden e o ex-presidente George W. Bush - servirá como prova de liderança na etapa final de sua presidência.

Há oito anos, seu carisma e habilidade para inspirar o levaram a ser o primeiro presidente negro dos Estados Unidos, e geraram a esperança de que o país superaria algumas de suas mais arraigadas divisões sociais.

Os Estados Unidos já estão familiarizados com a violência armada, mas no momento se encontra num momento muito delicado.

De Charleston a Orlando e Dallas, este ano houve várias matanças motivadas pelo ódio racial ou contra as minorias.

Os massacres provocaram repúdio generalizado, mas não um objetivo comum, já que um controle das armas continuam sendo um assunto esquivo no Congresso americano.

"O presidente reconhece que não são apenas as pessoas de Dallas que estão aflitas, são as pessoas de todo o país que estão preocupadas pela violência que tantos americanos presenciaram na última semana", afirmou Josh Earnest, porta-voz da Casa Branca na segunda "O presidente espera oferecer um consolo amanhã (terça-feira)", concluiu.

arb-sst/oh/md/jb/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos